OBRIGADO POR VOCÊ!

Aqui no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!

Seja bem-vindo[a]!!!

Seja bem-vindo[a]!!!

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

[TT] CAFÉ COM BOBAGEM

Cópia de CAFÉ COM BOBAGEM

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar, mesmo em frente a uma viatura da polícia.

Ao ser mandado parar, toma uma atitude de espertalhão...

— Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

— Mas por quê, policial?

— Não parou no sinal de PARE ali atrás.

— Eu diminuí, e como não vinha ninguém...

— Exato. Documentos do carro e habilitação.

— Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

— A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente. Documento e habilitação.

— Ouça policial, eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei, proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

— Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, senhor advogado?

O advogado desce e é então que os policiais baixam o cacete, é porrada pra tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetete, cotovelada, etc.

O advogado grita por socorro, e pede para pararem pelo amor de Deus. Então o policial pergunta:

— Quer que a gente PARE ou só DIMINUA?

---------------------------

O médico para o paciente:

— Tenho duas notícias! Uma boa e outra ruim!

— Me diga logo a ruim, doutor!

— Você tem apenas uma semana de vida!

— E a boa?

— Você está vendo aquela morena gostosona ali?

— Estou!

— Eu dormi com ela ontem à noite!

--------------

O psiquiatra diz ao paciente:

— Eu tenho duas notícias pra você. Uma boa e uma má...

— Ai, meu Deus...

— Quer saber as notícias ou não quer?

— Fala de uma vez, Doutor! Qual é a má notícia?

— Você tem mal de Alzheimer!

— Não acredito! Isso é terrível... E a boa?

— Você pode ir pra casa e esquecer isso!

-------------

O sujeito estava na sala de espera da maternidade, fumando um cigarro atrás do outro, quando aparece o médico:

— E então, doutor? — pergunta ele, aflito.

— Trago boas e más notícias...

— Pode me dar as más primeiro. — respondeu ele, conformado.

— O parto da sua mulher foi extremamente complicado... sua mulher perdeu o útero, as trompas, o ovário...

— E as boas?

— O seu filho vai aparecer no Fantástico!

---------------------

Eram dois irmãos gêmeos, e também pescadores. Um, casado e o outro, solteiro.

Um dia, a mulher do primeiro morreu e, como desgraça nunca vem sozinha, a velha canoa do irmão solteiro afundou no mesmo dia.

Uma senhora, sabendo do ocorrido com o jovem viúvo, resolveu dar os pêsames. Sem saber que os irmãos eram gêmeos idênticos, ela se aproximou do solteiro, que havia perdido o barco, e disse:

— Soube agora pouco! Que perda! Deve estar sendo terrível para você.

E o pescador respondeu:

— Pois é! Estou arrasado. Mas é preciso enfrentar esse momento difícil... Sabe: ela já estava mais pra lá do que pra cá, seu traseiro estava todo arrebentado, fedia muito... Aquele cheirão de peixe podre... Além do mais, ela andava juntando água por causa de uma fenda enorme que tinha na frente, além do buracão atrás... Toda vez que eu a usava, o buraco ficava maior... Acho que foi por isso que, quando a aluguei para quatro rapazes se divertirem, ela não agüentou!

----------------------

O namorado está em Nova Iorque e resolve mandar uma lembrança para a namorada. Entra em uma loja e escolhe um finíssimo par de luvas. Pede para a balconista embrulhar enquanto vai ao caixa. Descuidadamente, a balconista entrega-lhe outro embrulho, com uma calcinha de nylon.

Sem saber do engano, o namorado envia o presente com um bilhete:

"Querida: para mostrar que, mesmo estando longe, não me esqueço de você, envio-lhe esta surpresa; mesmo sabendo que você não usa, pois sempre que saímos juntos, nunca vi. Gostaria de estar aí para ajudá-la a vestir. Fiquei em dúvida quanto à cor, mas a balconista disse que esta não descora nem mancha. Ela experimentou para eu ver e ficou muito bem, apenas um pouco larga na frente, mas ela disse que é para os dedos mexerem mais à vontade e a mão entrar mais facilmente. Depois de usá-la, vire pelo avesso e ponha talco para evitar o mau cheiro. Espero que fique satisfeita tanto quanto eu, pois ela vai cobrir aquilo que em breve lhe pedirei."

---------

No velho bar de sempre, os três amigos bebiam e conversavam:

— Acabei de comprar um colar de ouro com brilhantes e um anel de rubi pra minha namorada — disse o primeiro deles. — Sabe como é, se ela não gostar do colar, pelo menos vai gostar do anel.

— E eu acabo de comprar um celular pra minha namorada — disse o segundo. — Mas, por via das dúvidas, comprei também um vídeo cassete. Se não gostar do celular, vai gostar do vídeo.

— E eu comprei pra minha namorada uma camiseta da Hering e um vibrador.

— Pra quê o vibrador? – perguntaram os amigos.

— Se não gostar da camiseta, ela que se foda!

---------------------

Mineirim, miudinho, todo tímido embarca no ônibus de BH para Resplendor. Seu colega de poltrona, um baita dum home de 2 metro de altura, com cara de poucos amigos.

O homão no maior ronco e mineirim todo enjoado com as curvas da estrada. A certa altura mineirim não agüenta e vomita todo o jantar no peito do homão de 2 metro de altura por 2 de largura.

Mineirim no maior desespero e o baita sujeito ainda roncando. Chegando em Valadares o homão acorda, passa a mão no peito todo melecado e gosmento.

Olha indignado e confuso pro mineirim, que imediatamente bate a mão no seu ombro e pergunta:

— Ocê Miorô?

--------------

Mais ou menos 29 anos, executivo, bem apessoado, senta-se na poltrona do avião com destino a New York e, maravilha, depara-se com uma morena escultural sentada na poltrona junto à janela. Pernas cruzadas, perfeitas, saia curta deixando entrever um belíssimo par de coxas, seios no tamanho exato, empinados, lábios carnudos, mas sem volume demasiado, enfim, uma deusa....

Decola a aeronave, céu de brigadeiro, uma vontade enorme de puxar conversa, mas a morena, impassível, lê um grosso volume com muita atenção. Após 15 minutos de voo e o cavalheiro não se contém:

— É a primeira vez que vai a New York?

Ela, gentil, com uma voz muito sensual, mas de certa forma reservada:

— Não, é uma viagem habitual...

Ele, agora animado:

— Trabalha com moda, por acaso...?

— Não, viajo em função de minhas pesquisas...

— Desculpe-me a curiosidade, é escritora...?

— Não, sou sexóloga.

— Muito interessante e raro. Suas pesquisas dedicam-se, na sexologia, a quê, especificamente?

Ela, tranquila e sempre com a mesma voz de veludo:

— No momento, dedico-me a pesquisar as características do membro masculino, o que julgo ser um trabalho de fôlego e muito difícil.

— Nas suas pesquisas, a que conclusão já chegou?

— Bom, de todos os pesquisados, já concluí que os Índios, sem dúvida, são os portadores de membros com as dimensões mais avantajadas e, em contrapartida, os Árabes são os que permanecem mais tempo no coito, antes de entrarem em gozo. Logo, são os que proporcionam mais prazer às suas parceiras. Além disso... Oh! Desculpe-me senhor., eu estou aqui falando sem parar e nem sei seu nome...

— Mohammed Pataxó!

MBC

  Matheuslaville - matheuslaville@hotmail.com.br

MBC É ASSIM! – Para enviar sugestões,fotos,dicas,parceria e outros…

Share:

Um comentário:

  1. A do advogado é boba e infantil, do tipo de argumento para "tolerância zero", agora, a do psiquiatra é hilária.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua visita! Volte sempre!!

Lembre-se no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!