Recent Posts

LightBlog

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

#SEMCENSURA | A proibição do erótico.

SEM-CENSURA-mafia-00_thumb9

telatrilhos3_thumb

Hoje é dia de Sem Censura, vou escrever para vocês sobre assunto que faz tempo que está escrito na minha lista, porém, que só agora resolvi falar, sobre “a proibição do erótico”, nessa conversa iremos falar sobre essa coisa tão natural ser proibida, até um ponto de fazer uma população inteira virar pervertidos, por causa, que é proibido falar no assunto e é um tabu, e desta forma viciando porque não é vista como algo natural do ser humano e sim algo como já disse proibido e que não pode, é o natural que pode virar arte e que a religião faz tanto que seja o fruto do pecado, e fazendo dar um gostinho que tudo que é bom, é proibido, e assim só aumentando e propagandear o desejo e sobre esse assunto que eu irei tratar neste texto!

isabelhano_thumb

Então esse negócio de proibição, de falar que é o mal da sociedade, só faz piora as coisas quando o assunto é sexo. Vemos que esse olhar tão sujo que tem o ocidente sobre esse assunto corrompe a qualquer um, são os pais não querendo falar disso por não sentirem confortáveis em ambos os lados, tanto do pais quanto da criança ou/e adolescente e dessa forma a coisa virá tabu, e deixa de ser uma coisa tão simples para virá “um mostro no tamanho do Sol chamado Aldebarã” então essa coisa toda de que a sociedade vive atualmente é o fruto de tanta opressão, que ver alguém se viciar em algo? Oprima e não eduque, essa é a formular básica e máxima para tudo dar errado, mas é claro que com algumas margens de erros, porém, só oprimir e não educar, faz essa sociedade o que são, e ao mesmo tempo que só pensa “naquilo” fica escondendo em todos os cantos onde houverem tapetes para não mostrar essa coisa tão natural do ser humano. Pois se o ser humano for educado com naturalidade e não com opressão e colocar a “sujeira” debaixo do tapete, garanto que seria igual a naturalidade do sexo animal e também é claro faria por prazer, não só pelo prazer do proibido e exacerbado. Então esse é o tabu que precisa ser quebrado e tratado com naturalidade, afinal, porque os animais sem o dom de raciocinar fazem e os seres humanos com o raciocínio, fica na frescura de achar isso errado, ruim e de péssimo gosto, até mesmo falar que é baixo; isso não é natural? Então porque criar esse tabu? Só para criar uma sociedade promiscua e piora as coisas, pois de uma coisa sei… Se for ensinado dês de pequeno naturalmente nunca virará um pervertido quem foi ensinado desta maneira!

pheeno-31_thumb

O natural virá um tabu, e daqueles que todos preferem fingir que não acontece, afinal foi ensinado de uma maneira opressora para quase todos e destas formas as pessoas deixam o natural de lado para associar sempre para algo sujo, pervertido e que faz o maior mal à sociedade. Uma coisa da necessidade do ser animal e muito mais do ser humano, é tratado principalmente no ocidente às escuras, e quanto mais escuro melhor, afinal ninguém quer tratar isso como natural, as pessoas brincam até com isso, mas falar sem uma brincadeira como se fosse uma coisa comum que é, ninguém tem coragem de falar, ou fala bebendo ou não falar, pois de cara limpa ninguém tem coragem de falar desse tabu, ou melhor, “pecado” para os mais extremistas. Vemos o erótico na arte, e em todo lugar, todavia, mesmo até na arte, temos certo receio de olhar muito, e para os homens “montar a barraca” e da mulher tem medo de ficar em “fogo” na “febre” de libido da vida, e o errado é isso, pois se todos tratassem sexo como uma coisa normal do ser humano, com certeza ninguém iria ficar excitado com uma arte, pois iria pensar que é o que na verdade é [normal] e com isso se segura ou até nem pensar “naquilo”, simplesmente iria ver como algo simples e no máximo se empolgar um pouco, mas nada de mais admirar a obra de arte; afinal é pura natureza humana e animal. Agora as religiões veem isso como pecado, e talvez dessa maneira de ver religioso catolicismo que fez esse tabu todo, ou até seja isso mesmo dês os primórdios da humanidade convivendo com a religião católica. Então ela fica tão oprimindo as pessoas, tão colocando um cinto de castidade [e ainda pior as evangélicas] que ocorre que o sujeito fica ou preconceituoso com algo tão natural ou pode ficar frustrado da vida e sem atitude para viver sua vida sexual da maneira que ele imagina, mesmo até sendo mais do que o limite e do que ele precisa, ou ela. Então não tratar com naturalidade esse assunto é o que faz o mal, se tratar com sinceridade, natureza, cara limpa e francamente esse tabu que a igreja fez na história da humanidade seria quebrado, principalmente se todos fazerem isso, e garanto que a sociedade estaria muito melhor e muitos problemas sexuais seriam evitados dês dos vícios, dês de promiscuidade e até mesmo coisas piores.

arte-mulher-nua52_thumb

Então para terminar, o proibido ficar em alguns casos algo cobiçado, tipo, tudo que seja bom é proibido na mente das pessoas [e principalmente de mente fraca] e isso gera um mal enorme, é muito sofrimento, muito tristeza e principalmente frustra a pessoa, esse não natural do sexo, falo isso porque eu sei bem como é esta coisa. Então esse negócio de proibir, de pecado e taxar com uma coisa ruim, péssima, podre e outros adjetivos ruins, é o mal, porque o proibir deixa mais com desejo, faz um efeito inverso, tipo uma pessoa que falar: “Não fique com fulano, porque ele não é legal”. E a pessoa que fala isso sabe que a mulher não quer nada com fulano, porém, só disso “joga palha para tocar fogo no tronco”, então é bem isso que eu quero me expressar, que não trate isso com anormalidade, com opressão, como não fosse natural, porque a proibição do erótico que faz o lado ruim brilhar mais, o certo é conversar de cara limpa, ter coragem, tratar com naturalidade, como uma coisa simples, como a coisa normal; e isso é a verdade. Então obrigado à todos que leram esse texto e espero ter ajudado você em algo!

Crédito da imagem: 01, 02, 03, 04.

MANIFESTO-01_thumb

Matheuslaville – Falecomlaville@live.com

7 Anos de manifesto – Envie um e-mail para mim se gostou, tem alguma sugestão, ou critica construtiva, parceria ou conversar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox