OBRIGADO POR VOCÊ!

Aqui no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!

Seja bem-vindo[a]!!!

Seja bem-vindo[a]!!!

sexta-feira, 31 de março de 2017

# FILOSOFANDO : A excelência dos hábitos são feitos por repetições

VAMOS FILOSOFAR 00 MrLaville

Com a proposta de aprender, praticar e iniciar um pensamento filosófico aqui no blog, de uma maneira que ele sempre vem como uma extensão para eu trocar conhecimentos e evoluir, aqui como um pouco iniciante no assunto vasto de filosofia, vou compartilhar pensamentos e fazer uma reflexão para assim aprender e dar o meu olhar sobre essas frases sabendo é claro que duas pessoas podem olhar a mesma coisa e pensarem diversas coisas sobre o mesmo acontecimento. Então, vamos lá!

Pensamento à reflexão:

“Somos o que repetidamente fazemos. A excelência portanto não é um feito, sim um hábito.”

Aristóteles

Minha reflexão:

lixopq

Isso é uma coisa praticamente óbvia, pois, de tanto praticamos as coisas que fazemos, nós apendemos as mesmas e assim vira hábito e o próprio faz a excelência, pois, é o que fazemos respetivamente que entra no loop do cérebro, assim exercitando a escrita, a gente, se torna uma pessoa com certa excelência nessa pratica (sendo que ler é o complemento), quem sabe né? E de tal forma, a excelência vem com hábito de tanto praticar, conseguimos aperfeiçoar qualquer coisa que fazemos, não há segredo, dês dos tempos de Aristóteles, até hoje, com a grande força da PNL sendo “popularizada”, já é confirmado que tudo que a gente faz fica configurado em nossas mentes e assim com uma deixa atuamos querendo ou não ligados no automático, e assim, querendo ou não fazemos o nosso hábito no qual de tanto repetir evoluímos nesse hábito com a tal excelência tanto no bem quanto no mau; e por isso temos que tomar um devido cuidado para as coisas ruins não virá o mesmo e ser piorado, ou seja, virá excelência pelo hábito. Assim em resumo se você não quiser ser uma pessoa ruim (segundo é claro a lógica dessa citação de Aristóteles), não repita coisas más, ou caso contrário, seremos perfeitamente maus e teremos o mau aperfeiçoado pelo hábito!

Imagem e citação reproduzida no blog e retiradas da internet

01

MBC NEWS MR LAVILLE 04 ASSINATURA

Share:

quarta-feira, 29 de março de 2017

Em sua nova casa ‘Uma família da pesada’ estreia na Band

DIÁRIO NEWS 00 MrLaville

440x660-series-uma_familia_da_pesada

Em sua nova casa em canal aberto a famosa e polêmica animação ‘Uma Família Da Pesada’ ou como preferirem ‘Family Guy’ estreou na Band as 22h10 da noite de sábado (11/03), o polêmico seriado, faz piada de assuntos atuais sem ser politicamente correto, ou até mesmo usando humor negro, ela se passa em uma cidade fictícia chamada Quahog nos Estados Unidos que fala abertamente sobre qualquer assunto, ou melhor, faz piada sobre qualquer assunto, por mais pesado que seja o mesmo, as piadas do seriado percorre assuntos dês de Madonna, até a morte de Kurt Cobain, ou até mesmo com o filho de Peter Griffin que no início da séria era meio psicopata (até com isso a polêmica série fazia piada) se veste como Hitler em uma viagem no tempo causando polêmica, ou até mesmo tocar na ferida dos Estados Unidos que foi o atentado terrorista de 11 de setembro.

De toda forma a animação de público adulto causa polêmica, sucesso e ainda boas gargalhadas, a mesma passava na TV Globo nas madrugadas de sábado para domingo, perto de 5 horas da manhã, e agora na Band com um horário mais acessível para quem gosta o seriado promete ganhar novos públicos comparada à quando passava de madrugada. Mas nem tudo parece ser tão bem com a nova casa na Band, a animação teve uma modesta audiência e com certos conteúdos adultos o seriado poderá sofre cortes por causa do horário/classificação nova, na qual antes era proibido para menores de 14 anos e na casa nova está como proibido para menores de 10 anos, contudo de uma coisa eu sei, deixando de ser careta, um bom humor vale muito mais do que se preocupar com besteiras, enfim, assiste quem quer e no jornalismo policialesco que passa de tarde em dias úteis tem mais violência e ninguém reclamar e sim acha correto passar o banho de sangue.

Assim lhe convido você internauta a assistir a tão famosa, polêmica, porém, muito engraçada, piadas e críticas em meio de piadas que a série é, sem aquele falso moralismo de achar que é uma série absurda que pode fazer isso ou aquilo quando coisas mais reais e aí sim absurdas como Cidade Alerta e Brasil Urgente passa, contudo, nem por isso muitos deixam de assistir ou criticam. Enfim, com essa família só há piadas da pesada e é claro muitas gargalhadas!

Imagem retirada da internet e reproduzidas no blog

01

MBC NEWS MR LAVILLE 04 ASSINATURA

Share:

terça-feira, 28 de março de 2017

# BATEPAPO : O meu Eu atual espiritualista!

BATE PAPO COM LAVILLE 01 MrLaville

Foto_terapias_alternativas

A espiritualidade é o foco desse texto, aliás é o começo da minha versão espiritualista, hoje eu estou espiritualista, vou falar bem rapidamente sobre o novo dia-a-dia desse novo Eu e por isso, tratarei de falar sobre esse assunto que explica muitas coisas desse Laville paz e amor! O foco do assunto é a espiritualidade então sem delongas, vamos para esse texto!

rss2

Quem olha o meu perfil sabe que meu papel de parede é um filtro dos sonhos, e eu comecei esse lado espiritualista assim, procurando saber, usando coisas como tarô, horoscopo e agora mais a frente mapa astral, possa ser que muitos acham que isso é coisa das trevas, do satã e de sei lá o que! Mas, para desmentir isso, simplesmente faço essa pergunta: Você acha que o universo não influência nós? Então me responda se um simples explosão do solar influencia o planeta Terra? Ou até mesmo me explique se a Lua explodisse o que iria acontecer com o mar e o oceano?! Enfim, escrevo isso para mostra que assim que a astronomia fala que muitas coisas do universo influência esse pequeno planeta a astrologia fala o mesmo, pois, porque acredita que influencia só esse pequeno planeta e não concorda que também nos influencia? Acha que é loucura? Uma simples explosão solar ou até mesmo um vento pode destruir esse planeta, então acha que não influencia a nós e nossas vidas? Pensar que não existe astrologia certa é pensar muito pequeno! E isso escrevo porque respeito, pois é quase uma burrice achar que nada no universo nos influencia e acha que tarô/horoscopo/filtro Dos sonhos/Signos é coisa ruim, afinal, o universo influencia em nós sim, querendo nós acreditarmos ou não! Pois se por exemplo essa lua desse planeta terra afastasse alguns centímetros ou aproximasse grandes mudanças ocorreria…. Então acha que o universo só influência só esse planeta? Isso simplesmente é pensar muito pequeno!

lindo-quadro-trabalhado-e-pintado-a-mo-a-arvore-da-vida-11106-MLB20040208013_012014-F

Então o universo influencia sim nós pequeno ou até minúsculos seres comparado a grandiosa genialidade do universo acharmos que não podemos serem influenciados pelo universo para mim é uma enorme besteira! E isso eu digo que é verdade, pois eu mesmo considero que tudo que eu sei é tão pouco comparado a esse universo ou até mesmo nada, sendo que eu morro e não saberei de tudo! Enfim, devemos refletir sobre isso, pois, é tão engraçado as pessoas falarem que sabem de tudo ou/e o universo não influencia nossa vida e até mesmo nossa personalidade, pois, quem somos nós? Até a Terra é influenciado, até mesmo a gota do mar é então… Quem somos nós comparados a uma gota de água falando que não somos influenciáveis pelo universo? É algo muito importante para se pensar hein! Admito para todos sei que sempre há mais algo para evoluir e aprender e com isso devemos ir à procura do autoconhecimento e um conhecimento maior para assim encontramos a paz e o amor! Então hoje estou numa “vibre paz e amor”, não no sentido de ser algo hippie e sim, espiritualistamente e sei que há muita coisa que a espiritualidade explicar e que sempre há algo para evoluirmos tanto em espirito quanto, corpo e mente!

Imagens retiradas da internet e reproduzidas no MBC NEWS!

01   02  03

MBC NEWS MR LAVILLE 00 ASSINATURA

Share:

sábado, 25 de março de 2017

# FILOSOFANDO : A verdade é a herdeira do tempo

VAMOS FILOSOFAR 00 MrLaville

Uma reflexão filosófica é a proposta desse texto, falando assim, sobre assuntos ligados a filosofia, tentarei esforçar a minha mente para o saber filosófico, pensar e exercício que leva a verdade, que ao mesmo tempo não existe absolutamente. Assim, essa reflexão está aberta para o meu olhar sobre os pensamentos dos filósofos e pensadores de tal forma para uma extensão de mim, ou seja, uma evolução de tanto praticar e exercitar. Então sobre o pensamento de Galileu será o texto de hoje! Lhe convido nesse texto também a reflexionar, pensar e filosofar!

Pensamento à reflexão:

“A verdade é filha do tempo, não da autoridade.”

Galileu Galilei

Minha reflexão:

comissao-da-verdade

Esse pensamento dele é uma pura verdade, pois, pense em um mundo onde a verdade não vem com o tempo?! Agora eu lhe pergunto que mundo é esse?! E por isso, em minha opinião e reparando nessa reflexão, já vi que a verdade, ou melhor, o tempo vem como um dono da verdade e de seu destino, possa ser o que você não pensou tipo: “Eu briguei com fulana e ela nunca mais vai falar comigo e nem eu com ela.”, daí surgi o belo, perigoso e precioso tempo e falar: “Adivinha quem eu trouxe até você e até a tua porta?”, é isso que eu penso sobre o tempo e ele vem com suas verdades que nem com tortura da autoridade ou não você saberia dessa verdade de tal forma quanto a do tempo. O tempo é um grande sábio cheio de verdade que seja como revelações nas vidas das pessoas e por isso não adianta torturar para ter essa filha, pois, a mesma só se revela se ela quiser a parti de um tempo, e digo que nem filha do tempo seja a verdade, e sim, no meu olhar a verdade simplesmente é o tempo na projeção do futuro e vem com ele e não da autoridade, e só pode ter essa posição como filha, por herdar o futuro e assim como o presente possa ser o possível tempo no qual está totalmente confuso e daí vem no futuro o herdeiro do tempo que é a verdade e clarear tudo, todavia, como o futuro sempre está vindo, e vindo cada vez mais vem a questão da verdade não ser absoluta em função disso!

Imagem e citação não autoral e reproduzidas no blog

01

MBC NEWS MR LAVILLE 04 ASSINATURA

Share:

quarta-feira, 22 de março de 2017

# PENSARFOCAR : A autoria e sabedoria do tempo

PENSAMENTOS EM FOCO 00 MrLaville

charles_chaplin_o_tempo_e_o_melhor_a_round_l

Há o tempo, como sempre ele vem com propostas curiosas e que fazem a gente refletir muito sobre ele; o tempo nos ensina diversas coisas a parti de um acontecimento do passado ser resolvido pelo tempo que como Charles Chaplin diz é o melhor autor e sempre encontra um final perfeito em tudo. Mas o que dever ser o tempo se não um grande sistema paradoxal. Enfim, é sobre isso que iremos debater hoje!

O tempo, ele pode ser justo ou injusto, pode ser paradoxal, ou não! Enfim, seguir ao fluxo dele pode ser algo perigoso para quem deve ou algo majestoso para quem não deve nada e a ninguém; Charles Chaplin é um homem que aprendeu muitas coisas com esse autor; afinal o mesmo mostrou como no O Grande Ditador que a parti do tempo as coisas aparecem e colocam, ou melhor, encontra um ponto final, ou um final perfeito no assunto, possa ser que você brigou com alguém, e ainda deva estar brigado, porém, o tempo passa e vem com um final perfeito (você gostando ou não) e até mesmo sobre tal assunto possa haver reconciliação? Entendimento de ambas as partes? Pazes ou dores? O que acha? Simplesmente você pode ver ou sofrer algo e que o tempo encontre um final perfeito de você voltar a ter um contato com a pessoa brigada, mesmo que seja uma resolução de tudo, ou até mesmo um ponto final de um triste episódio. Mas é garantido que algo irá acontecer e a resposta com certeza o tempo dará!

Então, o tempo tem algo majestoso, ele nos surpreende, e essa filosofia do tempo eu tenho como convicção, e acredito! Ao passar do tempo, algo não resolvido ira-se resolver, ou a resposta de uma pergunta irá com certeza aparecer! A coisa que você desejou ou não entendeu ao passar do tempo você entenderá, refletirá, encontrará a resposta, e ainda digo mais você a sentirá, que com o tempo sempre dar alguma solução tanto para dores quanto para a alegria. Vou dar um testemunho, já tive desencontro com algumas pessoas e hoje em dia aprendendo com essa filosofia do tempo eu resolvi concerta alguns pesos que tinha em minha vida e hoje sem eles me sinto melhor! E isso graças ao passar do tempo e eu ter tido refletido. Já chegando na conclusão, o tempo é um autor surpreendente que sempre encontra um final perfeito que faz você pensar que o quanto ele é de uma imensa e intensa sabedoria!

MBC NEWS MR LAVILLE 00 ASSINATURA

Share:

domingo, 19 de março de 2017

# CRÍTICOATUAL : O brasileiro perde tempo com baixarias e indecências

MIMIMI CRÍTICO 00 MrLaville

Charge-de-14-04-2015anatole_france_uma_besteira_repetida_por_trinta_e_seis_kz8v8k

Hoje em dia a juventude atual (arrisco até dizer que são os brasileiros em geral) estar perdendo muito tempo com besteiras, coisas como mal-educadas, e antes que você pergunte eu sei que o Brasil não tem aquela educação, porém, no nível de consumo vendo o que está em alta no Youtube, Google e Facebook percebemos o que a população mais verem e coisas como colocar fita transparente na privada (imagine a educação), ou coisas como Youtubers peidando em vídeo com isso fazendo piada e sendo altamente aclamado é uma situação preocupante e essas mesmas pessoas os “críticos mimimi” atacam na internet com o seu moralismo de besteiras xingando, falando coisas mórbidas e escatológicas como “merda”, alias para eles quase tudo é assim, por isso já se dar para ver/perceber a tamanha educação que eles tem… Ou será que é a tamanha falta de educação? Será que a sociedade brasileira perde muito tempo com besteiras? Será que é essa a educação que esses críticos têm e tanto defendem? É pessoal, qual é o destino dessa humanidade brasileira? Será que esses mesmo são os que adoram políticos indecentes e desmoralizados? É sobre essas baixarias, besteiras e indecências é o texto!

ensino-publica-charge-de-amancio

“Não há mais argumentos quando se apela, se grita ou se parte para a baixaria. melhor é fazer o outro mudar de idéia e mostrar outro ponto de vista.”

Mestre Ariévlis

Então esses ensinamentos de fazer besteira e a coisa mais vista no brasileiro, cada coisa que tudo bem se for de dar risada da sua própria cara, porém, pensando bem, onde está a educação disso tudo? Onde está o bem falar, a educação, o nível e o “salto” da coisa, pois até ensinarem a fazerem besteiras hoje em dia vermos na internet, e o pior de tudo é que ainda há quem assista, quem apoie, quem acha legal e coisas muito mais importante para a educação não ter mais sucesso quanto um sujeito peidando na cara das pessoas, assim, eu lhe pergunto… Aonde é que fica a educação nesse país? Não contente ainda os ´”críticos mimimi” vem de uma forma atacante, não há uma educação, bom senso e coisa apaziguadora, também hoje em dia se formos ver no Youtube o que está em alta como hoje (15/02) mesmo aparece de cara pegadinha de filmar pessoas no banheiro e o pior todos veem e aplaudes, então está em um tipo que não contente as pessoas fazem vítimas e assim como se não bastasse as coisas de peidos, baixarias, coisas indecentes e desnecessárias, e isso o que forma o “crítico do mimimi”, tudo pela falta de educação e não contente se for educado para eles as pessoas são vistas como otárias, é muita falta de civilização! A cultura de não saber o falar educadamente é um absurdo enorme, pois hoje em dia nada de civilidade e sim selvageria, falta de vergonha e baixaria, mas, é claro tudo isso é vencido pela educação, no entanto, é uma pena que isso não é praticado!

ducacao-sem-mestre

O que é vergonhoso nesse Brasil é o tanto que somos esculhambados, passamos vergonhas, com baixaria e ainda aplaudimos daqui essas besteiras, enquanto quem é sério e vai viajar em outro país passar uma enorme vergonha de falarem que são brasileiros e o culpado não são os políticos e sim os brasileiros, pois quem é que suja o chão? Quem é que faz a rua linda virar uma bagunça e desordem? Quem é que empurra com a barriga tudo e esculhamba e depois vem sendo “crítico do mimimi” “pagando” de certo na internet? Então sair falando e fazendo baixaria é fácil, agora quero ver mostra atitude boa, civilizada e educada tanto na vida física, real e pessoal. Então cadê o exemplo? Quer dizer que o sucesso de besteira não seja um reflexo no brasileiro? Talvez o grotesco faz sucesso por causa de falta de evoluir, crescer e se educar? Eh brasileiros educação é tudo para não cair em besteiras e baixarias!

Imagens retiradas da internet e reproduzidas no blog…

01   02   03

MBC NEWS MR LAVILLE 04 ASSINATURA

Share:

quinta-feira, 16 de março de 2017

# CANDY : Travessura ou doçura?

CANDY SHOP 00 MrLaville

fit-man-eating

Uma travessura de vez em quando é algo bacana né? Então sobre doçuras e travessuras serão os temas desse texto, porém, é claro com aquele adocicar quente e o sabor de morango para alegrar e fazer subirem as grandes multidões! O desejo é algo que quando bate na porta, ficasse muito difícil não o deixas entrar, pois, você já fez uma doce travessura hoje? Ou que tal, depois desse texto você procurar um boy magia moreno ou branco, ou quem saber o mais exótico sendo asiáticos com aquele corpo fenomenal e aquelas pegadas bastantes safadas e ao mesmo tempo inocente?! Já tentou experimentar um chocolate afro? Ou quem sabe um chocolate branco? Que tal um lindo e gostoso coreano? O que será que vocês estão pensando… Só estou falando de um doce ´”pra” lá de excitante! Então vamos nos deliciar com esse texto e quem saber arrumamos alguém para umas e outras travessuras!? Estou aberto a convite!

BOLO-PRESTIGIO

O doce duro para você é uma coisa em especial, caramelizada, perfeita e saborosa para você, pois, o que acha de fazer umas travessuras com alguma “girl magia” ou “ninfeta”, ou sei lá o que o termo que se usa para mulher nesse mundo tão machista e colorido! Sinta-se o prazer, as travessuras é um doce de deixar nervos rígidos! Uma magia é sentir o “crush” lhe pegando e comendo de todas as maneiras incluindo com vários talheres e assim, nessa onda de comer-comer, provar um bolo de prestigio, daqueles que sai um liquido branco delicioso e pastoso! Deixo caro que esse ingrediente pastoso branco é o recheio! E não vamos começar com o falso moralismo, pois na vida o que procuramos em todas nossas forças é o “doce” e senti-lo entre línguas e sabores, e é claro com o devido cuidado sempre! Vamos raciocinar, se a vida é curta e se tudo não é tão fácil que tal ser guiado com todo cuidado pelo prazer?

Sexy-Gothic-killingizgood-and-tamar20-33550892-1024-1024

Então de tantas travessuras, que tal uma dominação e submissão? Pois pensando bem…. Porque não receber algo pelas travessuras, e fazer as mesmas para receber algo de dominação também? Que tal, sentir o desejo doce, sentir o prazer de viver, ou melhor, sentisse vivo ou viva, pois, nunca é tarde meu bem! Que tal fazer um dia das bruxas inocentes e brincar que ao sentir o vento andando nos céus com a vassoura passar de casa em casa e beijas lindos amores?!

19-faktow-o-seksie-2-2

Também jogue duro nas travessuras para receberem os doces, pois para quem não saber o amor é o doce, e tudo vai nesse sabor, nesse pequeno e inocente jeito de amor, assim, provando picolés, se lambuzando no doce, até mesmo como não houvesse um amanhã, sentir o prazer, receber o prazer, compartilha-lo e dar-lo, com muito amor, pois eu afirmo, unidos pelo prazer tudo fica tão mais gostoso, e é isso que todos procuram no mundo, principalmente jovem, pois, a parti do tempo vamos nos limitando e pensamos que não há mais tempo para ser feliz como nós queríamos…. Mas mesmo assim, nunca é tarde tendo principalmente e sempre consentimento para ambos os lados, pois há gosto para todo mundo e há um universo de espaço para todos! Vamos nos conectamos no prazer?

Marilia-Gabriela.reprod-SBT

"É da natureza humana ter prazer pelo sexo. Atrás da hipocrisia, existe a culpa, que vem da religião. São assuntos que quero discutir. Só quero dar uma contribuição", afirma a apresentadora, que tentou emplacar a ideia pela primeira vez em 2004, após uma visita ao Museu do Sexo, em Nova York.

Visto pela última vez: 26/09/2016 [+] Leia mais em: < http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,sexo-move-o-mundo-garante-gabi-imp-,1044650 > ;

jin-se-yeon_1432917071_af_org

E termino aqui lhe indagando… Quem não gosta de um “doce”? Quem nunca procurou? Quem não se sente feliz? Enfim, vamos pensar bem, o que não fazemos para sentir o prazer de todos os tipos? Vamos se lambuzar? Vamos? Enquanto uns caretas ficam brigando, que tal, você beijar homens e mulheres, aproveitar a jovialidade da coisa, de sentisse como se fosse a primeira vez e a coisa mais desejada do mundo? Então deixe qualquer um brigar por aí, e vamos procurar alguém bacana para se divertir? Tendo cuidado tudo é valido no amor! Tendo consenso tudo é valido também, então que tal beijar mais, sentir mais e viver como se fosse a primeira vez, a descoberta e a última vez? Vamos pensar nisso queridos!

frase-ha-na-sensualidade-uma-especie-de-alegria-cosmica-jean-giono-103867

fotos_0901112611000000

MOMENTO PEGAJOSO E DOCE!

‘' O amor é uma coisa fantástica, move o mundo, alimenta o mundo e só não é vista pelos sujeitos ruins. A vida é algo curiosa, enquanto uns tentam o amor, outros vem com guerras para ter mais poder e dinheiro. Mas o dinheiro traz amor? Traz o prazer de se sentisse vivo? Afinal uma adrenalina de pouquíssimo preço no qual as pessoas podem ter quando quiser sem ter muito esforço não é bacana? Vamos pensar um pouco… Tendo o prazer, amor e felicidade, qualquer dinheiro serve; agora tendo o maior dinheiro de tudo o que se tem? Somente se acha a perfeita ilusão do amor! ”

By: Matheuslaville, o metido a filosofo da sexologia.

Imagens retiradas da internet e reproduzidas no blog

C, A, N, D, Y    S, H

MBC NEWS MR LAVILLE 02 ASSINATURA

Share:

segunda-feira, 13 de março de 2017

# LINK : A história e o comportamento da bissexualidade

LINK ESPECIAL 00 MrLaville

História da bissexualidade humana

bissexua

Para inúmeros estudiosos, a bissexualidade existe desde que o mundo é mundo. Segundo Luiz Carlos Pinto Corino, Bacharel em Direito; acadêmico do curso de História da FURG; pesquisador do GPHA – Grupo de Pesquisa de História Antiga, há indícios da bissexualidade na história antiga. A homossexualidade do homem grego chegou até nós por meio dos antigos romanos, que chamavam o relacionamento entre dois homens de “amor à grega”. De acordo com outro estudioso do ramo, Sir Kenneth Dover, em seu estudo magistrado sobre a homossexualidade grega, chegou a conclusão de que na Grécia Antiga as relações homoeróticas surgiam mediante as necessidades não supridas de relações pessoais como o casamento ou até mesmo entre pais e filhos.


O relacionamento sexual entre dois homens era visto de forma diferente em Esparta e Atenas. Em Esparta, uma sociedade guerreira, os casais de amantes homens eram incentivados como parte do treinamento e da disciplina militar. Essas práticas dariam coesão às tropas. Em Tebas, colônia espartana, existia o Pelotão Sagrado de Tebas, tropa de elite composta unicamente de casais homossexuais. Eram extremamente ferozes, pois lutavam com muita bravura para que nada acontecesse a seus parceiros. Em campo de batalha eram quase imbatíveis. Assim, podemos ver que a homossexualidade dos espartanos em nada influenciava sua condição de homens e guerreiros. (PINTO; CARLOS, 2006 ).


Ainda segundo Luiz Carlos Pinto Corino, a sociedade ateniense aceitava a relação homossexual básica, o relacionamento amoroso de um homem mais velho, chamado de erastes (amante), por um homem mais jovem a quem chamavam eromenos (amado). Sendo que este relacionamento era chamado paiderastia (amor a meninos). A intenção era passar o conhecimento do erastes ao eromenos. E o papel da mulher? As mulheres de lá estavam destinadas a única e exclusiva função de reproduzir. Depois que geravam o filho, não tinham mais seu papel dentro da sociedade. “Após gerar o filho, seu papel dentro da sociedade estava terminado. Essa transmissão cabia ao pai, mas este estava mais preocupado com a política, assim o menino era primeiro educado pelo Estado e depois pelo erastes”. (PINTO; CARLOS, 2006).


A partir desse panorama podemos afirmar que existe de fato uma história a cerca da bissexualidade, história esta iniciada na Grécia Antiga. A sociedade grega era bissexual, mas dentro certos limites.
Já Michel Foucault (1984) importante filósofo e professor francês, não acreditava que a sexualidade era reprimida na Grécia Antiga, segundo ele a sociedade, o sistema da época, ligava o prazer e o poder e ainda para ele, o sexo não foi proibido na Idade Clássica (século XVII).


Para os gregos antigos, o ato sexual era positivo. Já os cristãos o associaram ao mal e passaram a excluir uma série de atitudes, pois viram a queda na infidelidade, no homossexualismo e na não-castidade. Prega-se, a partir daí, a abstenção, a austeridade, o respeito à interdição, de modo que o indivíduo sujeite-se ao preceito cristão em torno do sexo. A homossexualidade era livre na Grécia Antiga e fazia parte dos ritos mantidos por mestres e pupilos em busca da sabedoria. Numa incursão na Idade Antiga, explica-se as práticas de si. Os gregos não tinham instituições para fazer respeitar as interdições sexuais, como a Igreja que surge fundamentada, no século IV, pelo filósofo Santo Agostinho. Eles tinham toda uma técnica de atenção ao corpo, uma dietética voltada para a gestão da saúde, um cuidado de si que influía nas práticas sexuais. Platão se mostra contrário à sujeição do homem ao domínio de Eros (prazer). (FOUCAULT; 1984, p.109)


Baseado na obra de Foucault, diversos pesquisadores discorreram sobre o tema, entre eles Kary Jean Falcão, Pedagogo, Mestrando em Ciência da Linguagem pela Universidade Federal de Rondônia UNIR e Tompereira administrador que mantém um site sobre discursões acerca de diversos temas. Segundo eles, os gregos escolhiam abertamente entre ambos os sexos. O homossexualismo era tolerado, era permitido pela lei e pela opinião. Acreditava-se que o homem não precisava de outra natureza para isso. O homossexualismo tinha o papel na pedagogia, o homem mais vivido era mais sábio, tinha o poder de ensinar. A homossexualidade grega estava relacionada a côrte, a reflexão moral. Foucault, em sua obra que não chegou a ser concluída devido a sua morte, afirmou que na Grécia o sexo não foi realizado só por prazer.


Segundo os gregos as mulheres não sabiam apreciar o belo, não tinha nem direito a assistir as disputas nas arenas. Os atletas disputavam nus para exibir a beleza física. Pois o ideal de excelência era o masculino. Entre os egípcios, gregos e romanos, a história revela casos de homossexualidade, a exemplo dos deuses Oros e Seti, dos filósofos Sócrates e Platão e Alexandre Magno.
Se houvesse maneira de conseguir que um estado ou um exército fosse constituído apenas por amantes e seus amados, estes seriam os melhores governantes da sua cidade, abstendo-se de toda e qualquer desonra. Pois que amante não preferiria ser visto por toda a humanidade a ser visto pelo amado no momento em que abandonasse o seu posto ou pousasse as suas armas. Ou quem abandonaria ou trairia o seu amado no momento de perigo? (PLATÃO 428 A.C - 348 A.C).


Em 1905, através do livro Três Ensaios Sobre a Teoria da Sexualidade, Freud já descrevia a bissexualidade. Para ele era normal, era universal nos seres humanos. “Assim, somos instruídos a afrouxar o vinculo que existe em nossos pensamentos entre a pulsão e o objeto. É provável que, de inicio, a pulsão sexual seja independente de seu objeto, e tampouco deve ela a sua origem aos encantos destes” (FREUD, 1905, p.140).


Em relação a bissexualidade feminina, podemos constatar através das terapeutas americanas Elizabeth Oxley e Claire Lucius que são bissexuais, no artigo Looking Both Ways: Bisexuality and Therapy que muitas mulheres bissexuais são isoladas no que se diz respeito a grupo, muitas se mesclam em grupos gay.


Segundo a reportagem da pesquisadora Stefanie Kranjec, publicado no blog Leituras Favre, Pesquisadores estudaram 79 mulheres não-heterossexuais ao longo de uma década e observaram que as bissexuais mantiveram-se com atração tanto por homens quanto por mulheres durante todo o período. Isso então de uma certa forma comprova que a bissexualidade é uma orientação sexual.
Segundo a jornalista Carina Rabelo, que escreveu uma reportagem sobre bissexualidade para revista Istoé, ao longo dos anos, não faltaram exemplos de personalidades que assumiram gostar de ambos os sexos:
Alexandre o Grande: O rei da Macedônia, conhecido pela sua virilidade e bravura, teria se apaixonado por Hephastion, um amigo de infância com quem manteve uma relação de anos. Mas nunca deixou de se relacionar com mulheres, entre elas a princesa Roxane, da Pérsia.
Frida Kahlo:  Apesar da paixão pelo seu marido, Diego Rivera, e do envolvimento com León Trotsky e o poeta André Breton, a pintora mexicana se relacionou com as atrizes Dolores Del Rio, Maria Felix e Paulette Goddard e a artista plástica Geórgia O’Keeffe.
Simone de Beauvoir:  Na obra O segundo sexo, a escritora fala abertamente da sua bissexualidade e das relações que mantinha com as alunas. Ela defendia os triângulos amorosos e se relacionava com o filósofo Jean-Paul Sartre, com quem compartilhava amantes. (CARINA RABELO, 2008)

Disponível em: < http://doishemum.blogspot.com.br/2010/04/historia-da-bissexualidade-humana.html > Visto pela última vez 04/08/2016.

A bissexualidade e o comportamento sexual do jovem

escala

Quando uma mulher está grávida, a grande pergunta que todos fazemos é em relação ao sexo do bebê. A pergunta de praxe é se vai ser uma menina ou um menino. Ninguém pergunta se o bebê que uma mãe está esperando é heterossexual, homossexual ou bissexual. A única certeza quando uma criança nasce em relação a sua orientação sexual, é que ela é uma “menina” ou um “menino”.

Com o passar dos anos e com a chegada da adolescência, sendo que é nessa fase que os jovens descobrem seu próprio corpo, as dúvidas ou as certezas em relação a sua orientação sexual são afirmadas. É nessa fase que a formação sexual é definida. Para todos nascemos seres polimorfos e, portanto, bissexuais, sendo que a nossa orientação sexual seria determinada na infância devido a fatores ambientais e familiares.

Já para Alfred Kinsey, o zoólogo e cientista considerado “pai da revolução sexual” que ficou famoso no século XX, nas suas pesquisas com a sexualidade, o ser humano pode ter sua opção sexual variada segundo uma escala, à escala Kinsey. Sendo que em um extremo da escala estaria o indiferente sexual e no outro extremo a heterossexualidade exclusiva. Os bissexuais estariam no meio da escala. Abaixo está a escala e suas divisões: (1948, p.639).

Para a sexóloga Kátia Queiroz, “experimentar” a bissexualidade, não significa que a pessoa vai ser bissexual. No período da formação sexual o jovem pode experimentar como curiosidade, como dúvida. Ter uma experiência bissexual ou homossexual, não quer dizer que o jovem tem que ser caracterizado como bi ou como homo. Para a Queiroz, mesmo o ser humano que pratica a bissexualidade, ele terá uma orientação para um lado.
Já para o sociólogo Silvio Benevides, nascemos uma folha em branco, somos bissexuais por natureza. É o processo de socialização que leva a gente optar para o um lado, ou para outro. Benevides também afirmou que os bissexuais sofrem mais preconceito por serem vistos como pessoas que não se decidiram ainda para que lado optar. O grande poeta inglês William Shakespare, apesar de ter sido casado com Anne Hathaway e de ter tido três filhos, sua orientação sexual, sempre foi questionada. Através de sua obra e analisando alguns das centenas de sonetos que Shakespare escreveu, muitos estudiosos acreditam que o grande poeta era bissexual. Esse e um dos poemas de Shakespeare que fala sobre a sexualidade:
Meus dois amores de consolo e de aflição. Como dois anjos me dominam por igual. O anjo do bem é um formosíssimo varão, e uma mulher de cor bem má o anjo do mal. Para levar-me para o inferno mais depressa. Meu feminino mal tira o anjo do meu lado. E só por transformá-lo em diabo se interessa, Solicitando-o com um ardor abominado. Se o anjo se fez demônio, eis ponto alto encoberto: Bem posso desconfiar, porém não asseguro: São amigos, e como eu não os vejo perto, Que um esteja no inferno do outro conjeturo. Sobre isso viverei em dúvida, porém, Até que o anjo do mal expulse o anjo do bem. (SHAKESPEARE, 1609, p.131).

Nos dias atuais com a liberdade de expressão ficou mais fácil o jovem afirmar suas escolhas sexuais. Muitos contam que já tiveram relações bissexuais. Se um garoto que já tenha experimentado o sexo oposto, ou seja, mulher, sentir atração por uma pessoa do mesmo sexo e acaba reprimindo, ficará com aquele desejo reprimido.
Alguns jovens hoje “experimentam” a bissexualidade ou até mesmo a homossexualidade, sem preconceito. Outros como muitos costumam dizer estão seguindo um “modismo”. Quem nunca ouviu falar de alguém que tinha sua orientação sexual bem resolvida, e que acabou ficando com alguém do mesmo sexo só por ter muita gente “experimentando” a bissexualidade.
Sem contar no fato da influência da mídia. Relacionamento que estão a todo o momento sendo mostrados na tevê, sites, despertam a curiosidade dos jovens e o desejo de experimentar. O que não significa que eles podem ser considerados bissexuais. A questão do modismo tem muita a ver com a mídia.
O que falar do beijo cinematográfico que Madonna deu em Britney Spears no Vídeo Music Awards, em 2003. Não há sombra de dúvidas de que mulher com mulher dá audiência. Pode-se até considerar uma epidemia de beijos femininos na mídia. No Brasil, por exemplo, Daniela Mercury e Alinne Rosa trocaram beijos na gravação de um DVD no ano passado. E as francesas Sophie Marceau e Monica Bellucci, nuas e abraçadas na revista Paris Match. São algumas provas do marketing que rende muito, uma forma de chamar atenção e vender. O que acaba influenciando sim os jovens.

Se, como suspeito, a bissexualidade não é somente outra orientação sexual, e sim uma sexualidade que desfaz a orientação sexual como categoria, uma sexualidade que ameaça e questiona a fácil dualidade de hetero e gay [...] e mesmo, através de seus significados biológicos e fisiológicos, as categorias de masculino e feminino, então a busca de significado para a palavra “bissexual” oferece uma lição diferente. Em vez de dar nome a uma minoria invisível, mal percebida, que agora encontra seu lugar ao sol, a categoria “bissexual” passa a estar, como os próprios bissexuais, em todo lugar e em lugar nenhum. Resumindo, não existe um “realmente”. A questão de saber se alguém era “realmente” hetero ou “realmente” gay deixa de reconhecer a natureza da sexualidade, que é fluída, não fixa, ainda que complexa. A descoberta erótica da bissexualidade é o fato de ela revelar que a sexualidade é um processo de crescimento, transformação e surpresa, e não um estado conhecível e estável. (GARBER, 1997, p. 14).
Assumir a homossexualidade, para um jovem é algo muito difícil. Agora imagine assumir que gosta do mesmo sexo, é algo mais complicado ainda. Para a psicóloga Thays Babo, em um artigo publicado em seu site assumir-se bissexual inicia uma discussão que muitas vezes envolve juízos de valor, debates sobre valores morais. Babo afirma que por estarem confusos, eles pensam que ainda não se definiram sexualmente. “Na verdade, o armário bi tem duas portas: uma para homossexualidade, outra para a heterossexualidade, e abrir ambas ao mesmo tempo requer muito mais do que coragem: requer auto-aceitação, auto-entendimento”.
Muitos militantes do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais), discriminam os bissexuais, em sua maioria, eles são vistos como pessoas que estão em cima do muro.
Em um artigo publicado no site, Antônio Augusto (Militante do Movimento Gay Leões do Norte), afirma que um dos grandes motivos para a falta de representatividade dos bissexuais, na luta contra o preconceito, é a ausência de militantes bissexuais dentro desses grupos. Por ser alvo de chacotas e piadinhas, muitos bissexuais não se assumem sua orientação sexual.
Se um jovem que leva uma vida heterossexual, de repente se sente atraído por uma pessoa do mesmo sexo e permanece com aquele desejo reprimido. Com o passar dos tempos, aquele desejo que estava ali reprimido, ainda permanece. É muito difícil para o jovem ficar com essa dúvida. Todo esse processo é lento, por isso o bissexual muitas vezes passa anos “em cima do muro”. Como também além de sofrer preconceito dos dois lados, sendo a minoria dentro da minoria.

Disponível em: < http://doishemum.blogspot.com.br/2010/04/bissexualidade-e-o-comportamento-sexual.html > . Visto pela última vez 04/08/2016

Minha opinião sobre ambos os textos

A bissexualidade é uma coisa que é pouca comentada, e até mesmo digo nesse blog, e tratarei de falar mais sobre esse assunto; é uma coisa bastante curiosa, e que deve não ter preconceito nenhum em ambas as partes, tanto para os homossexuais quanto para os heterossexuais, pois a bissexualidade existe e é muito mal vista, assim como os textos dizem, pôr as pessoas dos extremos acharem que quem é está em cima do muro. Mas porque as pessoas não ver com o olhar do amor? Afinal, é somente uma forma de amar, e dês da história da humanidade há grandes indícios, pois como está no texto os gregos já tinham algo parecido com a bissexualidade, ou melhor, uma bissexualidade não assumida, quando ficava com mulheres e homens na minha opinião. É claro que para os romanos a diversão de ambos os sexos, ou melhor, de ter relações amorosas com ambos os sexos é mais forte e há mais essa vertente de por diversão; e isso não é muito difícil ver, basta olhar para filmes, séries e documentários que retratam essa época, e por isso é uma coisa curiosa de ter preconceito, afinal, se é dês do início, porque ficar nessa frescura de preconceito? É uma forma de amar como qualquer outra, e assim deve ser respeitada, não motivo de piadas de gays que já são oprimidos e que não se ver no espelho e oprimir com piadinhas os bissexuais. E as pessoas hétero também faz piada, mas ao meu ver aceita mais, pois para eles é certo a parte de “pegar” mulher (caso sendo homem e também mulher), todavia, mesmo assim há piadinhas por eles do tipo: “Você corta pelos dois lados”, e assim, tem inúmeras piadas, achismo e preconceito quando tudo é uma questão de afinidade, ou seja, está com vontade de pegar uma mulher? Porque não? Depois tem desejo por um homem? Porque não experimentar? Por isso na minha opinião, ser bissexual ao meu ver é uma livre e espontânea forma de provar todos os dois gêneros mais conhecidos (o masculino e feminino), sem ter que fica provando só de um, e vejo que possa ser que existem pessoas que estão em cima do muro sim, no entanto acho que são poucos, e por isso sinto que essa “modalidade” deve ser mais respeitada, pois tem o gosto do hétero e por isso os hétero “deveriam” ter menos preconceito, afinal não há muita chance de ser bi e ser afeminado, ou no caso da mulher, ser totalmente másculo… Entende? Em outra partida deveria ser também mais respeitado pelos “homo” pela razão de gosta também do mesmo sexo e assim ser motivo de preconceito também pela sociedade! Então o que há de errado e motivo para ter preconceito?! Simplesmente os dois extremos devem entenderem e respeitarem, nem que seja por saber dos gostos similares dos bissexuais, assim não encarar falando que é coisa que pessoa não decidida, que não tem opinião, gosto, afinal, gays vocês mesmos sabem que é difícil de se entender, de fazer o outro lhe entender; então imagine os bissexuais fazerem serem entendidos pela sociedade, pois é tipo nem um e nem outro. Agora para as pessoas que são heterossexuais fica esse pensamento que na história da humanidade e até mesmo atualmente há certos episódios da vida tantos contrários para os gays quanto de experimentar ou sentir uma pequena atração na adolescência pelo mesmo sexo que acontecem com algumas pessoas ou uma boa parte. Para terminar eu digo isso: respeito, compreensão, amor e paz para todos os gostos e todas as formas de se relacionarem! Afinal para quer brigar quando podemos amar o que queremos, pois, o prazer é tão bom…. Para quer buscar a dor e ódio??!!

MBC NEWS MR LAVILLE 01 ASSINATURA

Share:

sexta-feira, 10 de março de 2017

# EXPRESS : A intensa era da discoteca

EXPRESS YOURSELF 00 MrLaville

2334924

Bocas de sino, poliéster, sapatos plataforma, macacões, vestidos halter, hot pants, ternos coloridos lazer, padrões altos, lantejoulas, brilho, e lamê dourado.

Na década de 1970, a moda atingiu novos níveis de expressão criativa e, alguns podem dizer, a ostentação para homens e mulheres. Era uma época em que as mulheres, já não se limita com os rigorosos ditames da indústria da moda, pode escolher uma variedade de bainhas, usar calças em quase todas as situações, e descartar as roupas restritivas do passado. Continuando a "Revolução do pavão" dos anos 1960, 1970 roupas masculinas rompeu com o padrão, terno austero e combinação laço que tinha dominado desde a virada do século XIX.

Como muitas das tendências e ideais da contracultura dos anos 1960 e os movimentos radicais gradualmente passou a influenciar a moda mainstream, roupas tornou-se uma expressão cada vez mais colorido de escolha individual. tendências da moda exagerada mostrou a crescente aceitação da anti-conformidade, a auto-realização, e de revolta contra a convenção. De acordo com Anne-Lise Francois, na década de 1970, as pessoas usavam roupas que mais se destacaram, a fim de encaixar.

UM PERÍODO onde o glamour e fantasia reinou

2880901

Refletindo a ideia de que "discotecas não são nada se não um mundo de fantasia, onde você pode mudar a sua identidade, alterando sua fantasia", discotecas tornou-se lugares onde glamour e fantasia reinou. Dançarinos, encorajados pelos promotores, muitas vezes usavam trajes especialmente ultrajantes.

Nos maiores e mais famosas discotecas, como o Studio 54, o jornalista Ed McCormack observado modas que variou "de Pierre Cardin se adapte à roupa cósmica prata, a partir de originais Halston para cabrestos sem encosto, através de todas as máscaras, ciclos e fetiches de chique, acampamento e estranho, até que culminam no conjunto verdadeiramente bizarra de um jovem louco muscular que o desporto o tampão de um aviador de couro, fumado óculos capitão meia-noite e prendedores de roupa de plástico vermelho apertado sobre seus mamilos nus. "

Alguns dançarinos ousadas pulverizador pintado seus corpos inteiros em prata e ouro. Outros usavam trajes futuristas de spandex e trapunto metálico brilhante ou despojado para quase nada na pista de dança. Studio 54 da "celebridade" Rollerena regulares chegou à noite em arrastar um personagem Fada Madrinha no vestido vintage, óculos de olho de gato, varinha, e patins que tinham propósito político em seu núcleo.

Mas enquanto dançarinos podiam e usavam roupas e maquiagem exótica, dramático ou ousado, trajes estranhos não eram uniformes. Para a maioria dos participantes, disco traje era de abraçar o glamour e individualidade da cena em um equipamento que foi confortáveis ​​para dançar e que se destacou apenas o suficiente para atrair um potencial parceiro de dança. Dançarinos também necessário considerar o seu nível de conforto em termos da natureza, muitas vezes revelando e sexy da moda disco. Felizmente, as opções foram flexível e criativo o suficiente para acomodar um amplo espectro de escolha pessoal.

DISCO DE FORMA UMA EXPRESSÃO DA SEXUALIDADE

7716024

Flirty, feminino, saias e vestidos swirly envoltório em cortes e tecidos que fluíam com os movimentos do bailarino e brilhavam sob as luzes do disco foram parece muito populares para as mulheres como eram blusas e calças billowy desgastado, queimado, ou skin-tight. Bodywear, que contou com peças feitas de spandex e lycra que enfatizavam figura-de de uma mulher leotards sob as saias do envoltório para catsuits coloridas --- também foi popular. Muitas mulheres concluída ainda mais suas roupas com sapatos de salto alto e maquiagem que incluíam cores fortes, brilho, até mesmo penas.

Muitas feministas denunciaram disco moda como reação, condenando o retorno às formas femininas e sensuais como um ressurgimento de estereótipos femininos tradicionais, objetificação sexual, e uma ameaça para a sua causa.

Mas os designers na sua maioria do sexo feminino de bodywear defendeu seus projetos como uma consequência do movimento feminista. Bonnie August de designer de Bodywear para Danskin, chamou-projeta "direito das mulheres de hoje [1979], porque as mulheres têm desenvolvido uma atitude totalmente novo sobre si mesmos ao longo dos últimos dez anos." Ao rejeitar todas as peças construtivas do passado, Bodywear "Mostra fora do corpo como ele é. "

Designer de Fellow Norma Kamali acrescentou que mulheres usando bodywear estavam "trabalhando através de um monte de coisas (levantadas pelo feminismo). . . Confiante o suficiente para ser ao mesmo tempo feminina e agressivo. "

Mulheres fora do movimento feminista defendeu suas decisões ao desgaste, flirty vestuário feminino, sexy, redefinindo o feminismo para incluir a ideia de sexy autodeterminação. Disco forma permitiu que essas mulheres para expressar um tipo de sexualidade explícita, se assim o escolheu, sem ter de resignar-se a ser objetos sexuais.

ESTILOS que capturou IMPULSOS DIFERENTES

7040019

Este estilo também permitiu uma maior ênfase na individualidade, promovendo a aparência que capturaram diferentes impulsos. Por exemplo, o guia de viagem, Disco Chic: todos os estilos, Passos, e lugares para ir, caracterizado olhares para as mulheres que correram a gama de vestidos longos para os curtos, calças quentes para calças, de cortes modestos para baixo O decote em V e Super fendas -High e do punk de couro agressiva parece uma roupa futurista andrógina. Uma página mostra o mesmo modelo em dois equipamentos-um com hot pants com estampa de leopardo e uma parte superior vermelha de manga comprida, o outro com uma de manga comprida, blusa de cetim florido ao longo, calças de cetim largas, retas patas. As roupas sugerem dois tons muito diferentes, especialmente em termos de sexualidade, tanto apropriados para o disco.

Disco Chic também incluiu imagens de homens em tudo, desde ternos, calças casuais, blusas e outros separa sportswear, para um tudo-em-um disco jumpsuit formado para se parecer com um smoking e uma "túnica e calças de couro roupa de duas peças" com trapunto e botas de cowboy.

As modas discoteca mais comuns para homens estavam separa desportivos casuais ou uma variação sobre o terno de três peças, talvez com algum excedente do exército ou couro jogado em boa medida. Mas estilos discoteca populares para os homens também incluídos anteriormente evitado enfeites como lapelas extra-grande; confortavelmente caber, ainda calças amplamente alargados; brilhantes, tecidos cintilantes; cores brilhantes; altos, padrões negrito; e botas com saltos plataforma.

O GLAMOUR E DRAMA DO DISCO DA DANÇA

A ênfase de Disco na liberdade e fantasia deu homens licença para exercer as atividades tradicionalmente "femininos" de se embelezar, Alisar, e obcecada por moda.

Em Saturday Night Fever, Tony Manero salvou-se o seu suado dinheiro para uma camisa extravagante colorido ou glamourosa terno e, em seguida, alisando na frente do espelho. Ao fazê-lo, ele abraçou as liberdades maiores permitidos homens na década de 1970 devido a uma geração anterior de movimentos radicais. Como designer de Yves St. Laurent explicou o desgaste de mulheres diário, "O espírito da nova geração de homens é mais liberado. Eles não têm o medo de não ser viril. Antes disso, havia sempre tabus ".

Embora as definições de masculinidade foram mudando e olhares disco masculinos variaram de forma agressiva macho para sofisticado para escandalosamente andrógino, todos esses olhares permaneceram aceitavelmente masculino porque elas foram usadas para competir por atenção e atrair as mulheres.

Dançarinos do disco quebrou o molde quando se tratava de moda, permitindo a liberdade, criatividade e individualidade para reinar. Suas roupas refletiam as respostas variadas e tensões persistentes de movimentos radicais como o feminismo, libertação gay, e da revolução sexual, todos os que tinham surgido na década anterior.

Mas acima de tudo, uma discoteca da moda foi de cerca de usar roupas que complementaram o glamour e o drama da dança do disco. Estes memorável (e talvez lamentável) procura do passado recente veio para marcar a década de 1970.

Dicionários das palavras do texto:

Mainstream é um conceito que expressa uma tendência ou moda principal e dominante. A tradução literal de mainstream é "corrente principal" ou "fluxo principal". Em inglês, main significa principal enquanto stream significa um fluxo ou corrente.

Flirt é um jogo amoroso ou uma forma de relação interpessoal que expressa um interesse romântico ou sexual, mas sem intenção de formalizar nem de estabelecer um compromisso sério. O termo é usado como sinónimo de engate.
Leia mais: Conceito de flirt - O que é, Definição e Significado http://conceito.de/flirt#ixzz4EMUdioJg

Trapunto significa “bordado” e é uma técnica muito popular na Europa. Essa técnica pode ser feita à mão ou à máquina, lembrando sempre que o resultado final dos trabalhos manuais são sempre mais apreciados.

 

Obs: Esta coluna compartilha conteúdo de origem de outro site, o texto foi adaptado por mim, traduzido automaticamente, com alguns retoques meus. Gostou do texto? Veja mais textos interessantes no site de origem: http://www.ultimatehistoryproject.com/disco-fashion.html

MBC NEWS MR LAVILLE 01 ASSINATURA

Share:

terça-feira, 7 de março de 2017

# VIDAVIRT : Conheça o aplicativo de música Spotify

VIDA VIRTUAL 00 MrLaville

spotify-apps

Recomendo: StarStarStarStarStar

Amei: Red heartRed heartRed heartRed heartRed heartRed heartRed heart

Vício: DevilDevilDevilDevilDevil

Um aplicativo está fazendo um marco no jeito de ouvir música, ele se chama Spotify lá você pode ouvir de tudo conectado à internet ou pagando sem conexão podendo ouvir offline, ter sugestões boas, ver playlist decente, ouvir música de graça com algumas condições para celular e para computador com ó único leve incomodo (pois pode ser que as propagandas façam você escutar mais música nova e hits nas quais elas indicam). O aplicativo pega tanto no PC do sistema Windows 10, e claro que pega em androide e iPhone (celulares e tablet [mas para mudar de música no seu smartphone [tem que assinar, ou seja, pagar ao não ser que goste de ouvir música em aleatório]), ele é bastante legal, pois acaba com o problema de ter que baixar ilegal ou legal e ter um monte de espaço disponível no computador/smartphone/tablet e tudo mais. Lá você pode escolher as músicas que deseja, playlist, procurar o estilo de música que gosta, também tem sugestão entre disco music, pop, dance, House, MPB ou como preferir rock e é bastante variado, existe um imenso mundo dentro desse aplicativo!

Eu recomendo 5 estrelas porque acho muito útil esse aplicativo, pois você usando ele no PC no qual o único problema é ouvir sem ter propagandas, contudo nada que atrapalhe ou/e que lhe incomode tanto, ainda tirando a propaganda no windows 10 você ouve normal como se fosse Premium só é claro com poucas propagandas e conectado à internet (sendo que no pago você escuta até sem conexão em todas plataformas). Eu amei com sete corações sendo o máximo da colocação minha porque é um aplicativo bem bolado, que quase vai à perfeição, para melhorá só faltava dar prêmios os artistas e bandas mais escutadas do ano… Aí ficaria perfeito, mas nada que atrapalhe para eu retirar um coração do amei, afinal, descobrir com esse aplicativo músicas que eu nem mesmo de nome ou/e de ouvido conhecia! O vício foi cinco “diabinhos” porque viciar um pouco, pois você não precisa de muita coisa para ficar ouvido música o dia todo, melhor que isso é pode usar na televisão inteligente, que eu não confirmo se tem ou não tem nela essa possibilidade, contudo, sei que Netflix têm e por isso dei essa deixa, e assim poderia ganhar mais plataformas esse Spotify fazendo assim que possa ouvir no carro até, porque não? Enfim, eu recomendo esse programa e indico aqui por saber que muita gente não sabe ainda dele, ou/e não sabia que tinha versão para Windows 10 tão legal como é!

Imagem retirada da internet e reproduzida no blog

01

MBC NEWS MR LAVILLE 00 ASSINATURA

Share:

Obrigado pela sua visita! Volte sempre!!

Lembre-se no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!