Aqui no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!


terça-feira, 23 de outubro de 2018

#ACONTECEU : Música sobre masturbação de Cyndi Lauper causa polêmica

ACREDITA ISSO ACONTECEU 00 MODERNIZANDO

Eu vejo todos os dias de jeans apertados!

Em meio ao conservadorismo dos anos 80, e na qual até hoje é motivo de tabu, a cantora que fez uma clássica fama e ainda faz no mundo que é Cyndi Lauper ousou naqueles tempos e deixou todos de cabelos em pé, chocados e ainda fazendo um pânico dos conservadores, e sem falar um escândalo que fez, e influenciou na criação da famosa faixa em CD escrito em inglês ‘Aviso aos pais, conteúdo explícito’, então imagine o caos que Cyndi Lauper causou nos puritanos conservadores quando ela fez uma música sobre masturbação feminina?

Então imaginem os escândalos! Acreditam? Isso aconteceu! Vamos para as “provas do crime” segundo os puritanos:

Uma garota totalmente rebelde!

POR TRÁS DA MÚSICA: SHE BOP #9


A canção “She Bop”, co-escrita por Cindy Lauper, causou muita controvérsia nos Estados Unidos, em 1984, devido ao conteúdo de sua letra. Apesar de nunca tratar diretamente do tema, a canção usa diversos eufemismos para abordar o assunto “masturbação”, inclusive brincando com a crença popular de que a masturbação leva à cegueira.

Esta foi uma estratégia utilizada por Lauper e pelos outros compositores para que a canção não fosse banida e pudesse tocar livremente pelas rádios do país, e de fato, a canção alcançou o primeiro lugar na parada norte-americana.

A controvérsia começou assim que o comitê Parents Music Resource Center (PMRC), formado por esposas de deputados, protestou para que alguma medida fosse tomada para a censura musical no país, organizando uma lista com as quinze canções que consideravam as mais imorais. A décima quinta na lista era justamente “She Bop”, que aparecia sob a acusação de promover a masturbação. Mais tarde, por pressão do PMRC, a Recording Industry Association of America adotou o selo “Parental Advisory - Explicit Content” (“Aviso aos pais - Conteúdo explícito”) em discos e compactos com conteúdos considerados impróprios para menores de idade.

Lauper causa controvérsia quando fala sobre a canção em entrevistas. Certa vez, disse que queria que as crianças pensassem que a canção fosse sobre dançar e que assim que fossem crescendo iriam começar a entender o sentido real da canção. Outra vez, no programa de Howard Stern, disse que gravou a canção completamente nua.

No videoclipe, Lauper aparece como líder do movimento de libertação sexual num local onde todos os jovens sofrem lavagem cerebral através de uma grande cadeia de sanduíches - uma mistura de McDonald’s e Burger King. Em adicional, também faz inúmeras referências ao tema da masturbação em cenas como a da “moto que vibra”, do “masterbingo” e do posto de gasolina “self-service” (“auto-serviço”).

Disponível em: < https://minilua.com/tras-musica-she-bop-9/ > . Visto pela última vez: 12/02/2018.

Mexar e acerte o bingo do prazer!

E aí? Você acredita agora? Ela escandalizou os puritanos conservadores e fez a ira deles. Realmente uma simples música com uma maquiagem para soar mais “leve”, a cantora traz com essa música uma brilhante forma de fazer um soar inocente, que até mesmo algumas pessoas que estudam inglês pode não entender o sentido, na qual pela leveza na música e até mesmo um duplo sentido (tanto da língua matriz ‘gíria’ quanto para o português), as pessoas que estão aprendendo inglês não perceberem o que se trata essa música, afinal, basta fazer uma pesquisa nos comentário da conta oficial do Youtube de Cyndi Lauper no qual muitos não entendem, ficam confusos e até mesmo como a matéria compartilhada disse que Cyndi Lauper falou: “Lauper causa controvérsia quando fala sobre a canção em entrevistas. Certa vez, disse que queria que as crianças pensassem que a canção fosse sobre dançar e que assim que fossem crescendo iriam começar a entender o sentido real da canção.”,

Cyndi Lauper no clipe She Bop!

Então por exemplo, eu mesmo que estou aprendendo inglês não entendi nada (do duplo sentindo), também por se tratar novamente de um duplo sentido de BOP = Tocar, ou melhor, na minha pouca inocência (e por pesquisar a letra), pensei que era tocar a pessoa ou em algumas “traduções” de letras está escrito “bater” então imagine o que em 2017 eu fui entender depois de ouvir dês de 2016 essa música, pensando que era bater em outra pessoa (em razão do duplo sentido) ou tocar outra pessoa.

Assim o que achou disso tudo? É uma história bem #Crazy mesmo hein! Imagine que só por causa da atiçam dessa música teve o selo parental, boicotes, mas que mesmo assim fez ela ficar no topo 1 das músicas mais vendidas/ouvidas/de sucesso daquela época? Enfim, só poderia ser Cyndi Lauper mesmo.

Então, vocês agora acreditam que existiu essa música que se chama ‘She Bop’ e que a mesma contribuiu para o selo parental, também falou bem “na cara” dos puritanos tudo que ela pensa sobre masturbação (principalmente feminina) que até hoje é um assunto delicado e polêmico? Acredita? Isso aconteceu!

Imagens retiradas da internet e reproduzidas no blog…

01, 02, 03, 04

MBC NEWS MODERNIZANDO 00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais conteúdo

Obrigado pela sua visita! Volte sempre!!

Lembre-se no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!


Adbox