OBRIGADO POR VOCÊ!

Aqui no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!

Seja bem-vindo[a]!!!

Seja bem-vindo[a]!!!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

[!+] FAMA TOTAL = Ney Matogrosso e seus marcantes shows culturais!

FAMA TOTAL 2013

ney

Ney Matogrosso, esse nome é de uns ou se não o melhor interprete brasileiro, que eu já vi e que o Brasil já viu, não tem como falar que esse interprete é pior, pois quem já ouviu cantar sabe de uma coisa: A música ele não pode ter composto, mas quando ele canta! Ah, meu amigo, a música vira automaticamente dele e não de Cazuza e outros! E sobre isso precisamos saber e ver a realidade!

Ney de Souza Pereira (Bela Vista, 1º de agosto de 1941), mais conhecido como Ney Matogrosso, é um cantor, diretor, iluminador e ator brasileiro. Ex-integrante dos Secos & Molhados (1971-1974), foi o artista que mais se sobressaiu do grupo após iniciar sua carreira solo com o disco Água do Céu - Pássaro (1975) e com suas apresentações subsequentes. É considerado pela revista Rolling Stone como o 3º maior cantor brasileiro de todos os tempos e, pela mesma revista, o 31º maior artista brasileiro de todos os tempos. Embora tenha começado relativamente tarde, das canções poéticas e de gêneros híbridos dos Secos e Molhados ele passou a interpretar outros compositores do país, como Chico Buarque, Cartola,Rita Lee, Tom Jobim, construindo um repertório que prima pela qualidade e versatilidade. Em 1983, completava dez anos de estreia no cenário artístico e já possuía dois Discos de Platina e dois Discos de Ouro, inclusive pela enorme repercussão da canção "Homem com H" de 1981.

Como iluminador de espetáculos, tem supervisionado toda a produção da área em suas próprias apresentações e também merece destaque seu trabalho de iluminação e seleção de repertório no show Ideologia (1988) de Cazuza e no show Para todos de Chico Buarque em 1993, ao que afirma: "quero que as luzes provoquem sensações nas pessoas". Matogrosso também tem atuado recentemente no cinema: estreou em 2008 no curta-metragem Depois de Tudo, dirigido por Rafael Saar, e no filme Luz das Trevas de 2009, dirigido por Helena Ignez.

Distinguido por sua rara voz de contra tenor, Ney Matogrosso também é conhecido por suas performances ao vivo. Atribuem a sua maquiagem cênica e seu vestuário exótico desde os anos 70 uma certa mudança de conceitos sobre o comportamento masculino apropriado no Brasil.Segundo Violeta Weinschelbaum, "o magnetismo de sua figura, a atração decididamente sexual que Ney Matogrosso produz sobre o palco é algo inimaginável." A biógrafa Denise Pires Vaz também escreve: "Dos cantores brasileiros, Ney Matogrosso é um dos poucos, senão o único, que pode merecer o título de showman."

 

Inicio de meu conhecimento

Bom! Depois de conhecermos mais sobre esse artista completo, vamos direto ao assunto, vamos análise a cultura que é os shows de Ney, e para começar vou falar primeiro do meu atual vício na música:

Eu estava esparramado na rede
Jeca urbanóide de papo pro ar
Me bateu a pergunta meio à esmo:
Na verdade, o Brasil o que será?
O Brasil é o homem que tem sede
Ou o que vive na seca do sertão?
Ou será que o Brasil dos dois é o mesmo
O que vai, é o que vem na contra mão?
O Brasil é o caboclo sem dinheiro
Procurando o doutor n'algum lugar
Ou será o professor Darcy Ribeiro
Que fugiu do hospital pra se tratar?
A gente é torto igual a Garrincha e Aleijadinho
Ninguém precisa consertar
Se não der certo a gente se vira sozinho
Decerto então nada vai dar
O Brasil é o que tem talher de prata
Ou aquele que só come com a mão?
Ou será que o Brasil é o que não come
O Brasil gordo na contradição?
O Brasil que bate tambor de lata
Ou que bate carteira na estação?
O Brasil é o lixo que consome
Ou tem nele o maná da criação?
Brasil Mauro Silva, Dunga e Zinho
Que é o Brasil zero a zero e campeão
Ou o Brasil que parou pelo caminho:
Zico, Sócrates, Júnior e Falcão
A gente é torto igual a Garrincha e Aleijadinho
Ninguém precisa consertar
Se não der certo a gente se vira sozinho
Decerto então nada vai dar
O Brasil é uma foto do Betinho
Ou um vídeo da Favela Naval?
São os Trens da Alegria de Brasília?
Ou os trens de Subúrbio da Central?
Brasil Globo de Roberto Marinho?
Brasil bairro, Carlinhos Candeal?
Quem vê, do Vidigal, o mar e as ilhas
Ou quem das ilhas vê o Vidigal?
O Brasil alagago, palafita?
Seco açude sangrado, chapadão?
Ou será que é uma Avenida Paulista?
Qual a cara da cara da nação?
A gente é torto igual a Garrincha e Aleijadinho
Ninguém precisa consertar
Se não der certo a gente se vira sozinho
Decerto então nada vai dar

Ney Matogrosso – A cara do Brasil

A música é realmente o hino do Brasil, praticamente o auge cultural possível e impossível, uma coisa muito complexa, uma coisa bastante brasileira, ou o melhor do Brasil já produzido, é claro que o hino “Homem com H” marcou, porem essa música da turnê “Olhos de farol” foi um marco que você pode ver gravado, no DVD “vivo 2000”.

A música é de uma magnitude, e força genial, todos devem ouvi essa música, pois contem as mais verdadeiras, verdades sobre o Brasil e sua população e ainda não podemos se esquece do grande sociólogo, antropólogo, professor Darcy Ribeiro que é citado nessa grande música genial!

Agora outra pare importantes no show “olhos de farol” e todas as músicas contextualizadas, e culturais, a cena inesquecível de “Homem com h”, a primeira vez que canta a música poema e sem falar o fato de ser uma turnê totalmente ideológica, mais uma vez digo cultural e cheio de paradigmas e tabus levantados, principalmente da beleza quando Ney resolve ir para uma parte visível do palco e trocar a roupa e ficando só de cueca e depois de trocar, cantar “O vira homem!”.

 

Meio do meu conhecimento sobre ney

Agora mais a frente do tempo em 2008 vem Ney Matogrosso, mais cultural do que nunca, ele vem cantando de uma forma complicada, porem sem deixar o lado mais quente cantando “Mente, mente” e a sua principal amostra de potencial   é o inicio do Show, quando mais uma vez ele “toma o nome do dono da música” e canta perfeitamente, a música “O tempo não para” que “era” de Cazuza e com isso já vermos o quanto ele é talentoso.

A tonalidade da voz, a batida “pegante” e a interpretação dele é uma das melhores e não para por ai, porque o figurino, mais uma vez chamando a atenção, veio como luva para Ney Matogrosso cantar e viro até uns dos meus vícios essa música e “mente, mente”.

Atual conhecimento meu sobre ney matogrosso

ATUALMENTE minha recente descoberta sobre Ney Matogrosso foi a turnê ”Beijo bandido”, porem não achei muito boa em termo de músicas e também pelo fato de eu não ter o DVD, assim não ter visto! Contudo a parte importante que eu gostei foi a música “A cor do pecado” e a música que Ney “possuiu como dele” (mais uma vez) chamada “Mulher sem razão” que é mais uma vez de Cazuza! E  por sinal ele canta bem as duas! Vejam:

Porem, voltando a atualidade e indo mais rápido, para 2013, eu fui para o show dele “Atento aos sinais” e fique atento para tanta coisa boa que eu já vi na minha vida, músicas? Nenhuma conhecida e outra sem vende nenhum CD, em termo de que não lançou a inda, foi “Ney Matogrosso, o antropólogo” cantar músicas como “Beijos de imã”, “Isso não vai ficar assim!”, “Eu não consigo”, e outras como “O freguês da meia noite” do Criolo (que por sinal é muito bom!), lembrando que todas as músicas cantadas são novas, e que só como grande hit foi cantado “poema”, porem Ney Matogrosso na cidade onde eu moro que é pagode, axé e outras porcarias, lotou dois shows e com direito a bis!

Ney Matogrosso e Criolo – Freguês da meia noite

Então fico feliz de ver os beijos de imã, na tela recortada em listas grandes (umas 4), os beijos de imãs, e toda aquela energia. Realmente mais uma vez foi cultural, e fantástico, afinal que grande interprete é Ney Matogrosso hein!

ASSINATURA 2013 2014 Part 3 7

Matheuslaville – falecomlaville@live.com

MBC É ASSIM! – Para enviar sugestões,fotos,dicas,parceria e outros…

Share:

Um comentário:

Obrigado pela sua visita! Volte sempre!!

Lembre-se no MBC NEWS, você sempre terá uma opinião!